Páginas

quarta-feira, 16 de março de 2016

PRAGA

Esta cidade que se percorre com uma enorme facilidade a pé, nesta altura, não estava com a beleza adicional da neve (tinha derretido uma semana antes) e estava pejada de chineses fruto do acordo entre governos checo e chinês que estabeleceu 30 voos directos semanais  Praga/Pequim. Mesmo assim a beleza dos edifícios o traçado da cidade, a música e claro, as pontes, asseguram o charme que faz justiça à sua reputação.

Com grande pena, só consegui fazer dois desenhos no exterior, super rápidos devo dizer,  (qualquer temperatura abaixo dos 18º para mim é frio portanto 6º era muitíssimo frio) e experimentar os lápis aguarela que tinha acabado de comprar da KOH-I-NOOR.

Em ambiente mais acolhedor registei dois restaurantes italianos: A CASA DE CARLI, recomendado pelo Guia Michelin e o PEPENERO ambiente e comida genuinamente italiana, ambos no bairro judeu.













2 comentários:

  1. A grafite e a aguarela vão muito bem juntas. Até apetece trincar a pizza. Parabéns pelo novo rosto do blog.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Filipe. Na realidade não utilizei grafite mas lápis com base óleo da Faber-Castell (soft), que o Zé Louro mencionou e que tem a particularidade de não sujar a aguarela.

    ResponderEliminar