Páginas

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

"EL COLOR COMO ESTRUCTURA, COMO JUEGO Y COMO EMOCIÓN"


Este foi o tema do workshop da Celia Burgos que nos convidou, como chovia, a desenhar através das gamas de cores frias ou quentes, as emoções que as peças da exposição temporária de Arte Vudu da Colecção Treger / Saint Silvestre, nos faziam sentir. 
Confesso que comecei a desenhar as peças numa total ignorância sobre o teor da exposição mas muito entusiasmada em desenhar com a orientação da Celia utilizando o material que habitualmente deixo para trás, os lápis de cor. Apesar da estranheza e da curiosidade que me suscitava o que desenhava, o resultado cromático teria sido diferente se tivesse sabido que as peças de metal tinham sido feitas pelos Bosmetal (trabalhadores de metal) e faziam parte do culto Vudu? E que o boneco que achei com ar de bronco, beberrão mas divertido apesar de mal-encarado (por isso lhe fiz uma sombra malévola) era um Bizango, boneco com caveira humana das sociedades secretas de Bizango do culto Vudu no Haiti e personifica o poder dos seus guerreiros? Muito provavelmente, sim. A emoção era outra.


4 comentários:

  1. Tantas coisas giras por aqui e eu tão afastada (de toda a blogosfera)!
    Vejo que a Celeste tem andado muito atarefada com todas estas experiências pictóricas. Eu sou bem mais rígida, bastante apegada ao que costumo fazer e sem abertura para outras abordagens. E sinto-me muito estúpida com isso, eheheh!
    Estes desenhos parecem ser algo como uma mistura de arte pop anos 60 e arte do povo, artesanal, um tanto étnica... Muito interessante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Miú, agora fui eu que andou afastada da blogosfera, apenas ando a "Instagramentar"...
      Na verdade adoro experimentar novas técnicas mas sobretudo novas abordagens e maneiras de interpretar o que vejo. Pena é que nem sempre consigo o tempo necessário. Seja como for exige-se uma rectificação: a Miú não se pode sentir estúpida (até me custa repetir) porque o que faz é muito bom!! Do fundo coração que acho e admiro!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Teresa até tenho vergonha de só agora agradecer! Como sempre super simpática :)

      Eliminar