Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2016

ALFABETO LISBOETA - Marcadores

Na Igreja de Nossa Senhora de Fátima no passado dia 2, com o José Louro, experimentámos canetas de feltro em diversos exercícios de forma a entendermos o seu sem fim de possibilidades. Foi esplêndido utilizar um material de que gosto muito e aprender, como neste exercício, onde primeiro se deu uma mancha amarelada como base e se deixou as zonas iluminadas sobressaírem por contraste das escuras e, para finalizar se utilizou um azul turquesa para dar um brilho, como disse o mestre, vindo não se sabe de onde mas que reforça a ideia de volume.


6 comentários:

  1. Parece que quer saltar do papel. O contraste com o fundo escuro resultou bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Filipe. Gostei imenso deste dia porque me fartei de aprender coisas.

      Eliminar
  2. O Google tem a vantagem de nos levar a quase todos os locais. Já tenho o endereço e já o vou colocar no meu blog tcores.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, o nosso Big Brother Google, é bastante útil :)
      E já adicionei o blog!

      Eliminar
  3. Ficou muito bem, Celeste, muito estilizado!
    Pela descrição, a técnica não parece muito diferente da da aguarela: começar pelos tons claros e finalizar com os escuros, para dar sombras e realces. É assim?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Miú. Neste exercício em particular sim, nos restantes exercícios explorámos o efeito visual plano através de linhas ou manchas individualizadas muito ao estilo Pop.

      Eliminar